Pular para o conteúdo principal

CONTO - Um Apólogo - Machado de Assis

 UM APÓLOGO

ERA UMA VEZ uma agulha, que disse a um novelo de linha: 

 -Por que está você com esse ar, toda cheia de si, toda enrolada, para fingir que vale alguma coisa neste mundo? 

 -Deixe-me, senhora.

 - Que a deixe? Que a deixe, por quê? Porque lhe digo que está com um ar insuportável? Repito que sim, e falarei sempre que me der na cabeça

 - Que cabeça, senhora? A senhora não é alfinete, é agulha. Agulha não tem cabeça. Que lhe importa o meu ar? Cada qual tem o ar que Deus lhe deu. Importe-se com a sua vida e deixe a dos outros.  

 - Mas você é orgulhosa

 - Decerto que sou. 

 - Mas por quê?

 - É boa! Porque coso. Então os vestidos e enfeites de nossa ama, quem é que os cose, senão eu?

- Você? Esta agora é melhor. Você é que os cose? Você ignora que quem os cose sou eu, e muito eu?

- Você fura o pano, nada mais; eu é que coso, prendo um pedaço ao outro, dou feição aos babados...

- Sim, mas que vale isso? Eu é que furo o pano, vou adiante, puxando por você, que vem atrás, obedecendo ao que eu faço e mando...

Também os batedores vão adiante do imperador.

- Você é imperador?

- Não digo isso. Mas a verdade é que você faz um papel subalterno, indo adiante; vai só mostrando o caminho, vai fazendo o trabalho obscuro e ínfimo. Eu é que prendo, ligo, ajunto...

Estavam nisto, quando a costureira chegou à casa da baronesa. Não sei se disse que isto se passava em casa de uma baronesa, que tinha a modista ao pé de si, para não andar atrás dela. Chegou a costureira, pegou do pano, pegou da agulha, pegou da linha, enfiou a linha na agulha, e entrou a coser. Uma e outra iam andando orgulhosas, pelo pano adiante, que era a melhor das sedas, entre os dedos da costureira, ágeis como os galgos de Diana — para dar a isto uma cor poética. E dizia a agulha:  

- Então, senhora linha, ainda teima no que dizia há pouco? Não repara que esta distinta costureira só se importa comigo; eu é que vou aqui entre os dedos dela, unidinha a eles, furando abaixo e acima 

A linha não respondia nada; ia andando. Buraco aberto pela agulha era logo enchido por ela, silenciosa e ativa como quem sabe o que faz, e não está para ouvir palavras loucas. A agulha vendo que ela não lhe dava resposta, calou-se também, e foi andando. E era tudo silêncio na saleta de costura; não se ouvia mais que o plic-plic plic-plic da agulha no pano. Caindo o sol, a costureira dobrou a costura, para o dia seguinte; continuou ainda nesse e no outro, até que no quarto acabou a obra, e ficou esperando o baile.

Veio a noite do baile, e a baronesa vestiu-se. A costureira, que a ajudou a vestir-se, levava a agulha espetada no corpinho, para dar algum ponto necessário. E quando compunha o vestido da bela dama, e puxava a um lado ou outro, arregaçava daqui ou dali, alisando, abotoando, acolchetando, a linha, para mofar da agulha, perguntou-lhe:

- Ora agora, diga-me quem é que vai ao baile, no corpo da baronesa, fazendo parte do vestido e da elegância? Quem é que vai dançar com ministros e diplomatas, enquanto você volta para a caixinha da costureira, antes de ir para o balaio das mucamas? Vamos, diga lá.

Parece que a agulha não disse nada; mas um alfinete, de cabeça grande e não menor experiência, murmurou à pobre agulha:

- Anda, aprende, tola. Cansas-te em abrir caminho para ela e ela é que vai gozar da vida, enquanto aí ficas na caixinha de costura. Faze como eu, que não abro caminho para ninguém. Onde me espetam, fico. 

Contei esta história a um professor de melancolia, que me disse, abanando a cabeça: — Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária! 

Autoria: Machado de Assis
Recomendado para: Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio
TEMAS:  LITERATURA BRASILEIRA; RELACIONAMENTO

Comentários

MAIS LIDOS

Dica de Leitura: O Hobbit, J. R. R. Tolkien

O Hobbit, J. R. R. Tolkien O aluno Francisco Wowk Rodrigues nos apresenta uma super dica de leitura. Para quem gosta de livros de aventura, ele apresentará brevemente o livro "O Hobbit" escrito por J.R.R. Tolkien Produção:  Francisco Wowk Rodrigues | Colégio Agostiniano São José (CASJ) Recomendado para:  Ensino Fundamental 2 TEMAS:  DICA DE LEITURA; LIVROS SOBRE AVENTURA Vídeo

GRATIDÃO FAZ BEM AO CORAÇÃO - Sandra Aymone

 GRATIDÃO FAZ BEM AO CORAÇÃO A gratidão é um sentimento, um gesto de reconhecimento que ajuda a melhorar a autoestima, traz felicidade, bem estar e muita paz aos corações. Traz grandes transformações e benefícios para as nossas vidas.  Autoria:  Sandra Aymone Editora:  Fundação Educar DPaschoal Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:  GRATIDÃO - SENTIMENTO; RELACIONAMENTO eBook       Baixar livro | Download Seguro

A FÁBULA DA FAMÍLIA PORCO-ESPINHO - Marismar Borém

 A FÁBULA DA FAMÍLIA PORCO-ESPINHO Esta belíssima fábula narra a história de uma família de porcos-espinhos que precisa superar o desafio de ficar em isolamento social após a chegada de uma doença na floresta. Será que eles conseguirão passar por esse momento tão difícil, mas necessário para a sobrevivência dos bichos da floresta?  Autoria:  Marismar Borém Editora:  Editora Cora Recomendado para:  EI ; EF1 TEMAS:   ANIMAIS; RELACIONAMENTO; FAMÍLIA; PANDEMIA, SAÚDE; ISOLAMENTO SOCIAL; PORCO-ESPINHO eBook       Conteúdo Relacionado   Baixar livro | Download Seguro

Sapo Bocarrão - Varal de Histórias [CONTAÇÃO DE HISTÓRIA]

Sapo Bocarrão - Varal de Histórias Diretamente do Varal de Histórias, hoje vamos conhecer o sapo Bocarrão, um divertido animal que tem uma boca enorme, é muito guloso e vive perguntando aos outros bichos o que eles gostam de comer. Gordão, verdíssimo, de olhos arregalados, ele pula de página em página comendo moscas e jogando conversa fora até o momento em que encontra o terrível crocodilo com seus dentes brancos pontudos - e aí tem que tomar uma atitude radical. Produção:  Juçara Batichoti Recomendado para:  Educação Infantil ; Ensino Fundamental 1 TEMAS:  CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS; GULA; ANIMAIS; SAPO; RELACIONAMENTO Vídeo

CONTOS DE ARTIMANHA : Ensino Fundamental - 4º Ano - Matutino - 2021 - Flavia Luciana Miranda e Rosemary Aparecida da Silva

 CONTOS DE ARTIMANHA : Ensino Fundamental - 4º Ano - Matutino - 2021 Após a leitura de diversos contos de artimanha e do livro "Contos de Enganar a Morte",do autor Ricardo Azevedo, os alunos do 4º Ano do Colégio Agostiniano São José foram convidados a criar uma nova versão para uma das histórias lidas.   Autoria:  Flávia Luciana Miranda e Rosemary Aparecida da Silva Editora:  Paula Fernanda Prette Charaf Bdine Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:   NATUREZA; ECOLOGIA; SAÚDE; MICRÓBIOS; CICLO DA ÁGUA; MEIO AMBIENTE; PRESERVAÇÃO AMBIENTAL eBook   Baixar livro | Download Seguro

A ÚLTIMA FORMIGA - Jane Prado

 A ÚLTIMA FORMIGA Pequeno conto que aborda o nascimento de Jesus.  Autoria:  Jane Prado Editora:  Jane Prado (Produção Independente) Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:  NASCIMENTO DE JESUS, CONTO eBook       Baixar livro | Download Seguro

O DIA QUE O SOL TIROU FÉRIAS - Barbara Samel Rocha Tostes

 O DIA QUE O SOL TIROU FÉRIAS O sol foi embora e não voltou? Será? E agora o que será dos pobres animais da floresta? O livro conta a história da visão dos animais do eclipse solar. Autoria:  Barbara Samel Rocha Tostes Editora:  Barbara Samel Rocha Tostes (Produção Independente) Recomendado para:  Ensino Infantil e Ensino Fundamental 1 TEMAS:   ECLIPSE SOLAR; ANIMAIS eBook         Baixar livro | Download Seguro

ZEL E O POTE DE MEL - Jane Prado

 ZEL E O POTE DE MEL Confira esta história que fala sobre uma abelha muito especial e que deixa todo mundo com uma certa dúvida... Onde estará tanta doçura? Autoria:  Jane Prado Editora:  Jane Prado Recomendado para:  Ensino Infantil; Ensino Fundamental 1 TEMAS:  CONTO INFANTIL; ABELHAS; GENTILEZA; ALEGRIA eBook         Baixar livro | Download Seguro

RACISMO SUTIL : Vamos repensar nosso vocabulário? - Sesc e Senac

 RACISMO SUTIL Você usa as palavras corretamente? É preciso refletir sobre isso. Muitas vezes não nos damos conta, mas várias expressões presentes no cotidiano dos brasileiros são racistas. Para trazer esse debate à tona e conscientizar a população, o Paratodos - Programa Sesc e Senac de diversidade, criou esta cartilha. São várias expressões usadas no dia a dia, que carregam uma conotação racista.   Autoria:  Paratodos - Programa Sesc e Senac de diversidade Editora:  Sesc e Senac Recomendado para:  EF2; EM e PROFESSORES TEMAS:  NEGROS; RACISMO; LÍNGUA PORTUGUESA eBook       Baixar livro | Download Seguro

BAÚ AFRICANO: Conhecendo as princesas africanas - Edson Rodrigo de Azevedo e Rosângela Ribeiro da Silva

 BAÚ AFRICANO: Conhecendo as princesas africanas Lendas de princesas ancestrais que fazem parte da cultura brasileira Autoria:  Edson Rodrigo de Azevedo e Rosângela Ribeiro da Silva Editora:  UNESP Recomendado para:  Ensino Infantil e Ensino Fundamental 1 TEMAS:   CULTURA AFRICANA, CONTOS AFRICANOS, PRINCESAS AFRICANAS eBook         Baixar livro | Download Seguro