Pular para o conteúdo principal

CONTO - As Saúvas Brigonas - Elza Bebiano

 AS SAÚVAS BRIGONAS

A Abelha-mestra acordou as duzentas abelhinhas de sua colméia e falou :  

 -Meninas, hoje o mel deve estar fabuloso : não percam tempo, aproveitem a manhã. 

 -Partiram as duzentas abelhinhas voando. Espalharam-se pelos jardins, sugaram o mel especial de papoulas e madressilvas, mas suspiraram de saudade quando passaram pelo pé de rosa-chá. Desde muito tempo esperavam pela rosa mais querida das abelhas, não havia meio de nascer um botão.

 De outro lado, dentro do formigueiro, a rainha das saúvas também acordou e foi logo ordenando :

 - Cortadeiras, despertem! Em direção ao pé de rosa-chá, marchem!  

 Uma formiga-chefe abriu o desfile e mais de mil formigas, de ferrão arreganhado, saíram para cortar folhas e brotos, com ordem de não voltar enquanto não visse os galhos pelados.

 A Primavera passou no vento e suspirou :  

 - Veja, ventinho da manhã, acabei de vestir a roseira mais querida das abelhas e olhe a tropa das formigas rasgando as folhinhas novas!

 - Saúva só sabe comer! - disse o vento, já zangado. - Deixe estar, vou varrer para longe as folhas cortadas e as saúvas vão morrer de fome!

Disse e saiu ventando. Soprou à volta da roseira, espalhou as folhas para longe.

A formiga-chefe zangou-se, vendo todo o trabalho perdido. Já ia manda recado à sua Rainha, pedindo as tropas carregadeiras, mas resolveu outra coisa. Gritou para as cortadeiras :

- Fechar as tesouras! Para casa, marchem!

No formigueiro contou tudo à Rainha e fofocou :

- O vento fez isso porque é namorado da roseira!

- Ele me paga - disse a rainha furiosa. -Não há de cheirar nem uma rosa este ano!

O vento ouviu tudo e avisou :  

- Guerra é guerra, dona Rainha, e se estamos em guerra, prepare-se para o pior. 

- Vento não sabe o que diz - resmungou a formiga.

Virou-lhe as costas e foi dar ordens às mastigadoras de folhas.

O vento subiu o morro e assobiou na toca do tamanduá.

-Que ventania, seu Vento! Está zangado?

O vento contou como a Primavera estava triste por causa das formigas. 

-Ora essa, entristecer a Primavera? Isso não se faz. É ela quem tras as flores, é ela quem faz os dias mais bonitos do ano, é ela quem dá vontade de cantar e... 

- E sou eu - disse o vento - que ajudo a espalhar as semente e o perfume das flores. Estou muito zangado com as saúvas e até vim pedir para o senhor ser meu aliado nesta guerra. 

Pois não - disse logo o tamanduá. -Estou com três tamanduazinhos meio magros em casa e prometo dar cabo dessas saúvas.  

Chamou os filhotes :  

- Meninos, hoje temos piquenique perto da roseira mais querida das abelhas.  

- Tenho medo de gente - falou um filhote medroso : -Prefiro não descer o morro.  

- Mas tem de ir defender a roseira e aprender a ser tamanduá! - falou o pai. - Vamos todos : um bom passeio e uma boa ração de formigas não se rejeitam.  

O vento desceu o morro com os tamanduás e ficou de avisar se aparecesse gente. Passaram por baixo de uma cerca e chegaram ao formigueiro. 

A formiga-porteira, quando os viu, perdeu a fala e morreu de susto. Nem pôde avisar a Rainha, como era sua obrigação.  

- Socorro! - gritaram as cortadeiras, quando viram entrar pelo formigueiro a língua comprida do pai tamanduá. Mas não puderam dizer mais nada, porque já estavam coladas, enroladas, engolidas e mortas dentro da barriga do guloso. Pelos corredores do formigueiro as saúvas se atropelavam, se atrapalhavam, subiam umas por cima das outras, querendo fugir. Mas por todos os lados atacavam os tamanduás e em pouco tempo não havia mais formigas no formigueiro.  

- Quem comeu a rainha? - perguntou o pai tamanduá, levantando a grande cauda peluda. 

-Estava gostossíssima - falou o filhote medroso, mas não é melhor voltarmos para casa?  

O vento, todo alegre, foi contar tudo à Primavera.  

-Vamos dar uma festa! -disse ela. -E há de ser no dia em que se abrir a primeira rosa-chá.  

Convidou abelhinhas, colibris, borboletas e crianças amigas de flores. Encheu os jardins de perfumes e dias bonitos. O vento ajudou, limpou os caminhos, juntando todo o lixo pelos cantos.  

Quando nasceu a primeira rosa-chá, a roseira convidou a Primavera para madrinha e o vento para padrinho. O sol e a chuva quiseram ver o batizado e foram juntos, levando o filho deles, o arco-íris.  

Todos dançaram em volta da roseira e, como o tamanduá não pudesse descer para a festa, o vento lhe foi levar de presente um caderninho. E sabem o que havia escrito no caderninho? Havio o endereço de todos os formigueiros de saúva do mundo.  

Mas acontece que são tantos, que os tamanduás e o vento só vencem batalhas, ainda não ganharam a guerra.  

Autoria: Elza Bebiano
Recomendado para: Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio
TEMAS:  CONTO BRASILEIRO

Comentários

MAIS LIDOS

Dica de Leitura: O Hobbit, J. R. R. Tolkien

O Hobbit, J. R. R. Tolkien O aluno Francisco Wowk Rodrigues nos apresenta uma super dica de leitura. Para quem gosta de livros de aventura, ele apresentará brevemente o livro "O Hobbit" escrito por J.R.R. Tolkien Produção:  Francisco Wowk Rodrigues | Colégio Agostiniano São José (CASJ) Recomendado para:  Ensino Fundamental 2 TEMAS:  DICA DE LEITURA; LIVROS SOBRE AVENTURA Vídeo

A FÁBULA DA FAMÍLIA PORCO-ESPINHO - Marismar Borém

 A FÁBULA DA FAMÍLIA PORCO-ESPINHO Esta belíssima fábula narra a história de uma família de porcos-espinhos que precisa superar o desafio de ficar em isolamento social após a chegada de uma doença na floresta. Será que eles conseguirão passar por esse momento tão difícil, mas necessário para a sobrevivência dos bichos da floresta?  Autoria:  Marismar Borém Editora:  Editora Cora Recomendado para:  EI ; EF1 TEMAS:   ANIMAIS; RELACIONAMENTO; FAMÍLIA; PANDEMIA, SAÚDE; ISOLAMENTO SOCIAL; PORCO-ESPINHO eBook       Conteúdo Relacionado   Baixar livro | Download Seguro

GRATIDÃO FAZ BEM AO CORAÇÃO - Sandra Aymone

 GRATIDÃO FAZ BEM AO CORAÇÃO A gratidão é um sentimento, um gesto de reconhecimento que ajuda a melhorar a autoestima, traz felicidade, bem estar e muita paz aos corações. Traz grandes transformações e benefícios para as nossas vidas.  Autoria:  Sandra Aymone Editora:  Fundação Educar DPaschoal Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:  GRATIDÃO - SENTIMENTO; RELACIONAMENTO eBook       Baixar livro | Download Seguro

Sapo Bocarrão - Varal de Histórias [CONTAÇÃO DE HISTÓRIA]

Sapo Bocarrão - Varal de Histórias Diretamente do Varal de Histórias, hoje vamos conhecer o sapo Bocarrão, um divertido animal que tem uma boca enorme, é muito guloso e vive perguntando aos outros bichos o que eles gostam de comer. Gordão, verdíssimo, de olhos arregalados, ele pula de página em página comendo moscas e jogando conversa fora até o momento em que encontra o terrível crocodilo com seus dentes brancos pontudos - e aí tem que tomar uma atitude radical. Produção:  Juçara Batichoti Recomendado para:  Educação Infantil ; Ensino Fundamental 1 TEMAS:  CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS; GULA; ANIMAIS; SAPO; RELACIONAMENTO Vídeo

CONTOS DE ARTIMANHA : Ensino Fundamental - 4º Ano - Matutino - 2021 - Flavia Luciana Miranda e Rosemary Aparecida da Silva

 CONTOS DE ARTIMANHA : Ensino Fundamental - 4º Ano - Matutino - 2021 Após a leitura de diversos contos de artimanha e do livro "Contos de Enganar a Morte",do autor Ricardo Azevedo, os alunos do 4º Ano do Colégio Agostiniano São José foram convidados a criar uma nova versão para uma das histórias lidas.   Autoria:  Flávia Luciana Miranda e Rosemary Aparecida da Silva Editora:  Paula Fernanda Prette Charaf Bdine Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:   NATUREZA; ECOLOGIA; SAÚDE; MICRÓBIOS; CICLO DA ÁGUA; MEIO AMBIENTE; PRESERVAÇÃO AMBIENTAL eBook   Baixar livro | Download Seguro

A ÚLTIMA FORMIGA - Jane Prado

 A ÚLTIMA FORMIGA Pequeno conto que aborda o nascimento de Jesus.  Autoria:  Jane Prado Editora:  Jane Prado (Produção Independente) Recomendado para:  Ensino Fundamental 1 TEMAS:  NASCIMENTO DE JESUS, CONTO eBook       Baixar livro | Download Seguro

O DIA QUE O SOL TIROU FÉRIAS - Barbara Samel Rocha Tostes

 O DIA QUE O SOL TIROU FÉRIAS O sol foi embora e não voltou? Será? E agora o que será dos pobres animais da floresta? O livro conta a história da visão dos animais do eclipse solar. Autoria:  Barbara Samel Rocha Tostes Editora:  Barbara Samel Rocha Tostes (Produção Independente) Recomendado para:  Ensino Infantil e Ensino Fundamental 1 TEMAS:   ECLIPSE SOLAR; ANIMAIS eBook         Baixar livro | Download Seguro

ZEL E O POTE DE MEL - Jane Prado

 ZEL E O POTE DE MEL Confira esta história que fala sobre uma abelha muito especial e que deixa todo mundo com uma certa dúvida... Onde estará tanta doçura? Autoria:  Jane Prado Editora:  Jane Prado Recomendado para:  Ensino Infantil; Ensino Fundamental 1 TEMAS:  CONTO INFANTIL; ABELHAS; GENTILEZA; ALEGRIA eBook         Baixar livro | Download Seguro

RACISMO SUTIL : Vamos repensar nosso vocabulário? - Sesc e Senac

 RACISMO SUTIL Você usa as palavras corretamente? É preciso refletir sobre isso. Muitas vezes não nos damos conta, mas várias expressões presentes no cotidiano dos brasileiros são racistas. Para trazer esse debate à tona e conscientizar a população, o Paratodos - Programa Sesc e Senac de diversidade, criou esta cartilha. São várias expressões usadas no dia a dia, que carregam uma conotação racista.   Autoria:  Paratodos - Programa Sesc e Senac de diversidade Editora:  Sesc e Senac Recomendado para:  EF2; EM e PROFESSORES TEMAS:  NEGROS; RACISMO; LÍNGUA PORTUGUESA eBook       Baixar livro | Download Seguro

BAÚ AFRICANO: Conhecendo as princesas africanas - Edson Rodrigo de Azevedo e Rosângela Ribeiro da Silva

 BAÚ AFRICANO: Conhecendo as princesas africanas Lendas de princesas ancestrais que fazem parte da cultura brasileira Autoria:  Edson Rodrigo de Azevedo e Rosângela Ribeiro da Silva Editora:  UNESP Recomendado para:  Ensino Infantil e Ensino Fundamental 1 TEMAS:   CULTURA AFRICANA, CONTOS AFRICANOS, PRINCESAS AFRICANAS eBook         Baixar livro | Download Seguro